quarta-feira, 25 de abril de 2012

25 de Abril



Esta é a madrugada que eu esperava

O dia inicial inteiro e limpo

Onde emergimos da noite e do silêncio

E livres habitamos a substância do tempo


Sophia de Mello Breyner Andresen




2 comentários:

  1. Usamos as mesmas vozes
    As mesmas flores
    Os mesmos poemas
    Que se alargue esta corrente...

    ResponderEliminar