sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Lança-perfumes...



Mais um bonzo, a fazer-se de anjnho papudo. Não há conselho de coordenação que resista quando os chefes se odeiam e não confiam um no outro. Mas como o chefe dos bonzos está paralizado de medo, foi necessário recorrer ao lança-perfumes para anestesiar a malta...

3 comentários:

  1. Querida Ariel,
    eu cá pensava que a coordenação manifestaria a sua necessidade quando existisse um naipe de movimentos próprios e não uma transmissão de solitário fluxo oriundo de Berlim...

    Beijinho

    ResponderEliminar